Bem vindo, Sábado, 23 de Setembro de 2017
Visitas desde 2013: 127055
Vereadores
Serviços
Imprensa
Notícia - Educação
22/10/2013 às 14h57min - Atualizada em 22/10/2013 às 14h57min
2494 Views
Escotismo contribui para formação social de jovens itatiaienses
Vereador de Paula solicita construção de Sede urgente

O escotismo além de um movimento de caráter mundial é apartidário, beneficente, filantrópico, sem fins lucrativos tem preocupação com o meio ambiente

 

A maioria das crianças tem grandes expectativas com a chegada do final de semana. Brincar, jogar vídeo game, acordar tarde e acima de tudo descansar são algumas das atividades que não podem faltar nesses dias. Porém, quem é “lobinho” tem no período momentos de aprendizagem, de interação e de uma série de atividades que estimulam os pequenos.

O propósito do escotismo é contribuir para que o jovem assuma seu próprio desenvolvimento, com a colaboração de adultos voluntários, baseado em um sistema de valores, por meio da aplicação de um programa educativo específico para cada faixa etária através de uma metodologia própria. Inclusive continuamos orientando-os com informações sobre a matéria Educação Moral e Cívica que foi extinta da Educação Escolar”, explicou o diretor presidente do 19° Grupo Escoteiros Campo Belo de Itatiaia-RJ, José Mauricio da Silva, 76 anos, e que se dedica ao escotismo desde os 16 anos, tendo iniciado em Barra Mansa em 1953.

O método escoteiro compreende a aceitação voluntária do código de conduta; o aprender fazendo; a vida ao ar livre e o contato com a natureza; a vida em equipe; atividades progressivas, atraentes e variadas, a “pedagogia do exemplo” do adulto e o desenvolvimento pessoal com orientação individual, sinalizado por um sistema de distintivos. “O escotismo é um ideal de vida. Não é a solução do mundo, mas é o caminho porque aqui eles aprendem o civismo, a compartilhar, entre outras ações que somam no dia a dia”, especialmente a disciplina, reforçou Hebert da Silva, diretor Técnico de escotismo do 19° Grupo Escoteiros Campo Belo de Itatiaia-RJ.

O escotismo oferece as crianças e jovens alternativa saudável e educativa para seus finais de semana

Atualmente há cerca de 53 jovens beneficiários associados ao Movimento Escoteiros em Itatiaia que realizam atividades regulares no CIEP 488 – Jardim Itatiaia, uma vez por semana, aos domingos, das 14h às 17h, que contam com jogos, canções, instruções com especialista, projetos e cerimônias escoteiros.

Além disso, periodicamente acontecem atividades externas, que podem durar até um final de semana, como excursões, jornada, passeios culturais, visita a outras Unidades Escoteiras locais, ações sociais, ações ecológicas como caminhada e limpeza de trilhas no Parque Nacional do Itatiaia, ações comunitárias, cívicas, mentos locais, distritais, regionais de escoteiros, entre outros.

Pensando nesses jovens o Primeiro Secretário da Câmara Municipal de Itatiaia, vereador Carlos Cesar de Paula, o de Paula, apresentou a Indicação N.º173/2013, que solicita ao prefeito em caráter de urgência a construção de uma Sede para o 19° Grupo de Escoteiro Campo Belo de Itatiaia/RJ que foi fundado em 19/09/1999: “Além dos escoteiros ser uma instituição mundial, trabalha o caráter e o espírito coletivo. Por esses motivos estão precisando de uma Sede para poder desenvolver melhor esses atributos que lhe são dadas com muito carinho, formando crianças com cidadania”, reivindicou o vereador De Paula. Diante do exposto, a Indicação foi aprovada por unanimidade entre os demais edis.

Idade não é obstáculo para quem quer ser um escoteiro

O escotismo congrega pessoas de todas as classes, etnias e credos religiosos. As atividades são desenvolvidas de acordo com a faixa de cada nível. No primeiro deles, que compreende dos 6.5 a 10 anos de idade, ficam os lobinhos que buscam desenvolver a socialização; dos 11 aos 14 anos de idade está o ramo escoteiro, que visa aprimorar no jovem a sua autonomia.

Aqueles que têm entre 15 e 17 anos de idade se enquadram no ramo Sênior, que visa desenvolver no jovem a sua identidade. Por último estão os de 18 a 21 anos, no ramo Pioneiro, que tem como objetivo o desenvolvimento no jovem do seu projeto de vida para a vida adulta que se aproxima.

Há também, para os maiores de 18 anos, a possibilidade de atuarem como adultos voluntários, lidando diretamente com os jovens por meio da aplicação de atividades escoteiras programadas, ou indiretamente nas áreas de gestão (administrativa, financeira, relações institucionais, comunicação, etc.) da organização em seus diversos níveis.

“Tenho duas filhas que participam do movimento escotista: Vitória, 14 anos é Escoteira e a Monique, 18 anos é Pioneira, ambas começaram como Lobinho no 19º Grupo Campo Belo de Itatiaia, com 6,5 anos. Com a necessidade de ter adultos voluntários para ajudar nas atividades, resolvi ingressar como chefe da Tropa Escoteira para auxiliar nos trabalhos e acumulo a função de Diretora Administrativa. Vejo com muita satisfação o escotismo que tem atividade muito produtiva em relação à formação do caráter e da personalidade das crianças” destacou Regina Célia Fernandes Neto, moradora do Bairro Jardim Itatiaia.

Acrescentando ainda: “Quando chegam a idade adulta seguem um bom caminho com o que foi transmitido para elas. Ficam agradecidos pelo que aprendem e tem sentimento de respeito a todos. Minhas filhas têm verdadeira paixão pelo escotismo e quando não tem por algum motivo, querem ir até para Resende”, concluiu Regina.

Prática reúne mais de 30 milhões de pessoas em todo o mundo

Movimento centenário de caráter mundial, estima-se que desde a sua fundação por Robert Baden Powell na Inglaterra em 1907, mais de 500 milhões de pessoas tenham feito sua Promessa Escoteira, dentre eles pessoas ilustres como Bill Gates, Neil Armstrong, Steven Spilperg, o príncipe Willian e a princesa Kate Midleton, Bear Grylls, Paul Marctney, David Backham, Papa João ll, Fernando Sabino, Maria Bethania, o vice presidente José Alencar, entre outros.

Atualmente são mais de 30 milhões de escoteiros pelo mundo em mais de 200 países, sendo a maior organização mundial de jovens. Presente no Brasil desde 1910 somam hoje cerca de 80 mil escoteiros no país: “O escotismo além de um movimento de caráter mundial, é apartidário, beneficente, filantrópico e sem fins lucrativos. E ambiental: desde a sua fundação no começo do século  passado o respeito e a preocupação com a preservação do meio ambiente são um dos pilares do Movimento Escoteiro”, enfatizou o vereador de Paula.

Segundo José Mauricio: “O movimento escoteiro em seu método tem como pressuposto a vida ao ar livre e o contato com a natureza, mas também sabe apropriar e orientar o bom uso das novas tecnologias nas atividades escoteiras” explicou o diretor.

Para dar um exemplo, Mauricio ressalta: “Todos os anos acontecem no terceiro final de semana do mês de outubro, o JOTI (Jamboree on the Internet), momento em que escoteiros de todo o mundo se comunicam através de rádio amador e da internet e realizam tarefas propostas em uma gincana virtual que envolvem a produção de vídeos, músicas, artes gráficas, entre outros”, advertiu, acrescentando ainda: este ano aconteceu nos dias 18, 19 e 20/10/13, com duração de 24 horas, na residência do Chefe dos Escoteiros Edson Duarte e Edson Lobo, do 17º Grupo de Escoteiros Guia Lopes, em Resende, onde puderam se comunicar com escoteiros de todo Brasil e outros países” contou o diretor presidente Mauricio.

Idade não é obstáculo para quem quer ser um escoteiro

Níveis

O escotismo congrega pessoas de todas as classes, etnias e credos religiosos. As atividades são desenvolvidas de acordo com a faixa de cada nível, veja abaixo. Há também, para os maiores de 21 anos, a possibilidade de atuarem como adultos voluntários, lidando diretamente com os jovens por meio da aplicação de atividades escoteiras programadas, ou indiretamente nas áreas de gestão (administrativa, financeira, relações institucionais, comunicação, etc.) da organização em seus diversos níveis:

De 6.5 a 10 anos de Idade – Ramo Lobinho que visa desenvolver a socialização da criança.

De 11 a 14 anos de Idade – Ramo Escoteiro que visa desenvolver no jovem a sua autonomia.

De 15 a 17 anos – Ramo Sênior que visa desenvolver no jovem a sua identidade.

De 18 a 21 anos – Ramo Pioneiro que visa desenvolver no jovem o seu projeto de vida para a idade adulta que se aproxima.

Diretoria do 19º Grupo de Escoteiros de Itatiaia

Diretor Presidente

José Maurício da Silva

Presidente de Honra

Benedito Batista da Fonte

Diretor Técnico

Hebert da Silva

Chefe da Tropa Escoteira

Vinicius Cunha

Chefe da Tropa Sênior

Carlos

Diretora Administrativa e Chefe Assistente da Tropa Escoteira

Regina Célia Fernandes Neto Oliveira

Assistente de Administração

Maria Inês da Silva

Chefe da Alcatéia de Lobinhos

Bruno Braga

Assistente Alcatéia de Lobinhos

Monique Fernandes Neto Oliveira

Maiores Informações:

José Maurício da Silva – Diretor Presidente

Tel.: (24)9974-5060

Hebert da Silva – Diretor Técnico

Tel.: (24) 9836-2961

Regina Célia Fernandes Neto Oliveira – Diretora Administrativa e Chefe Assistente da Tropa Escoteira

Tel.: (24) 3352-5113 e 9850-6163

 

Fotos: Marlene Modesto e Monique Fernandes Neto Oliveira



Fonte: Marlene Modesto - Assessora de Comunicação Social CMI - Guarulhos Hoje - Escoteiros do Brasil Construindo um mundo melhor
Comentários

nenhum comentário cadastrado!

Deixe seu comentário:
(caracteres restantes: 500)
Cód. ( 2354C ):
04:25:11